Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Pela turma do 3.º Ano, do Centro Escolar de Angeja.

Urgentemente

Na sala de aula, lemos o poema de Eugénio de Andrade “Urgentemente”. Como gostámos, tentámos experimentar, … e o nosso trabalho resultou assim!

É justo

É justo ver o sol.

É justo ver uma flor a florir.

É justo ver um arco-íris.

É justo deitar na areia da praia.

É justo viajar pelo mundo.

É justo sentir a neve a cair.

É justo brincar com a neve.

É justo ver a chuva a cair no rio.

É justo saltar para cima das folhas.

É justo ver as flores a voar.

É justo ver as árvores coloridas.

É justa a palavra felicidade.

Maria Malheiro

 

Beleza

É belo o amor.

É belo um barco no mar.

São belas certas palavras,

Paz, carinho, ternura,

Muitos sorrisos,

Muitas cantigas.

 

É bela a alegria,

Os beijos, as searas.

É belo descobrir tulipas, rios

E manhãs claras.

 

Cai a ternura nos ombros e a alegria

Alegra até fazer rir.

É belo o amor é belo sorrir.

Filipa Pires de Melo

 

Justiça

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É justo o amor.

É justa a vontade de trabalhar.

É justo destruir certas palavras

Maldade, solidão e tristeza,

Algumas estradas,

Muitas espadas.

 

É justo inventar alegria

Duplicar o amor, as flores,

É justo descobrir rosas e rios

E noites escuras.

 

Cai o amor nos olhos e no gelo

Impuro, sem parar.

É justa, a caridade,

É justo Amar.

Fabiana Rodrigues

 

É ótimo

É ótimo o amor,

É ótimo um barco no mar,

São ótimas certas palavras.

 

É ótimo inventar a amizade,

É ótima a simpatia,

São ótimas as manhãs claras.

 

É ótimo o silêncio da noite

É ótimo o ar puro,

São ótimas as rosas e rios.

Catarina Amorim

 

É urgente certas palavras

É urgente dizer palavras de jeito.

É urgente dizer a verdade.

É urgente a poupança.

É urgente a amizade.

É urgente respeitar os animais.

É urgente os amigos.

É urgente respeitar as regras.

É urgente prender os ladrões.

É urgente não causar poluição.

É urgente o amor.

Nuno Gabriel Souto Silva

 

É urgente o amor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É urgente o amor.

É urgente construir a paz e a alegria.

É urgente destruir certas palavras,

Ódio, solidão e crueldade.

 

É urgente ter amor.

É urgente multiplicar os abraços.

É urgente descobrir rosas, amoras

E tardes de sol.

 

É urgente o silêncio nos ombros

E a luz nos céus.

É urgente o bem.

É urgente o amor.

Nilton Costa 

 

É urgente o amor

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

É urgente o amor.

É urgente afundar a tristeza

No mar.

É urgente destruir algumas coisas,

Guerra, maldade, ódio…

 

É urgente inventar sorrisos,

Multiplicar os abraços, os frutos.

É urgente descobrir flores e mares

E noites claras.

 

É urgente a alegria.

É urgente a simpatia.   

Marcos Neves

 

É urgente

É urgente uma selva mágica.

É urgente pele suave.

É urgente um mar a brilhar,

Com peixinhos a nadar

A fugir dos tubarões.

É urgente pessoas em paz.

 

É urgente dormir,

Um soninho descansado.

É urgente amar de forma diferente.

 

É urgente tudo o que disse

Para amar e tudo adorar.

Somos cidadãos

E temos de nos respeitar.

 Duarte Pimenta

 

Centro Escolar de Angeja

Professora Titular da Turma: Emília Marques

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Dica do dia

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2011
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D