Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Só lixo, um lixão!

Só lixo, um lixão!

lixo.jpg

 

Lixo ali, lixo acolá

Quem me dera acabar com ele já!

O mundo está a piorar 

E nós não estamos a ajudar

 

Temos de acabar com a poluição 

Que ela não desaparece sozinha

Ainda não sei se temos salvação

Mas para isso temos de fazer um trabalhinho

 

Não gosto de ver

Os animais a sofrer 

E por culpa dos humanos, que deitam fora plástico

Se a poluição acabasse, seria fantástico!

 

Isto não é só um poema

É a realidade

Mas como eu sou uma pessoa de sinceridade

O grande problema está para ser resolvido

E nós humanos estamos envolvidos

 

Cateryna Vysochyn, 6.º A

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

Racismo

Racismo

slaves.jpg

(imagem retirada de Pixabay)

Sobre o racismo vos vou falar,

E o que vos vou contar

É de arrepiar,

Sem mentir sem iludir

Isto é sério e não dá para rir.

Muita diferença

Entre a aparência

Que por vezes é ilusão

Que contraria a existência

De uma única geração.

 

Mara Pinhão, 6.º A

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

 Racismo, basta!

 Racismo, basta!

racism.jpeg

(retirado de Pexels)

O racismo consiste no preconceito

Porém não deve ser feito

Quem outras raças discriminar

Racista vou chamar.

 

Em alguns países é mais visível,

Mas nós não podemos tornar isso admissível 

A cor não é uma diferença,

Pelo menos essa é a minha crença.

 

Para o racismo combater

Muita amizade e amor teremos de ter

Nenhuma raça deve ser inferior

Devido à sua cor.

 

Martim Branco, 6.º A

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

Igualdade de Género e Direitos Humanos

Igualdade de Género e Direitos Humanos

mãos.jpeg

(retirado de Pexels)

Todos juntos sempre unidos

Seja de qualquer etnia

Qualquer um é bem- vindo

Só de ver exclusão já me dá azia

 

A igualdade de género temos que defender

A lidar bem com os outros

Vamos ter que aprender

Para em harmonia viver

 

Povos de raça negra

Alguns dizem que são diferentes

Mas isso é uma treta

Não podemos deixar esta situação pendente

 

Povos de raça branca

Estavam sempre a mandar

Isso é que me espanta

Os escravos vamos ter que libertar

 

Agora o grande final

Ser diferente é normal

Por isso não faz mal

Bem lá no fundo somos todos iguais!!

 

Laura Bonifácio, 6.º A

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

 

 

Igualdade de género

Igualdade de género

homem mulher.jpeg

(retirado de Pexels)

Somos todos iguais

Sendo homens ou mulheres.

Com diferentes interesses,

E tantos modos desiguais.

 

Sem qualquer disparate

Sem desigualdade de salário.

Com o trabalho a desidratar

Temos de igual receber,

Para a todos a vida bem correr.

 

Para a justiça poder viver,

Igualdade de género tem de haver

A desigualdade entre homem e mulher terá de desaparecer.

 

Mara Pinhão, 6.º A

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

 

A Escravidão

A Escravidão

arame.jpeg

(imagem retirada de Pexels)

Há muitos muitos anos,

Ainda antes dos tempos dos Romanos,

Havia uma coisa chamada Escravidão.

 

Existe ainda hoje,                                          

Passados tantos anos,

Naqueles países pobres.

 

Já devia ter acabado,

Antes de alguém ser maltratado,

Pois somos todos iguais.

 

Então é por isso

Que temos de combater,

E um dia todos vão agradecer.                                                                                      

                                                                                                                                          

Diogo Évora, 6.ºA

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

Educação ambiental II

Educação ambiental II

 

pexels-photo-929385.jpeg

(foto retirada de Pexels)

Hoje em dia a poluição…

Já estou farta desta canção

Vamos lá ver se isto se vai resolver

Mas para ajudar temos que querer

 

O lixo vamos ter que apanhar

Se não vai aumentar sem parar

As fábricas não param de fazer

Mas quanto mais fazem mais o mundo está a morrer

 

O petróleo dos barcos está a derramar

Com isto a poluição está a aumentar

Toda a gente está a poluir

E deste mundo vai sair

 

Mas nós vamos salvar

O mundo que vamos mudar!!

Por isso é que eu vos digo

Vamos esmagar o nosso inimigo!!

Laura Bonifácio, 6.ºA

Professora Lina Marques, Cidadania e Desenvolvimento

 

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Dica do dia

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D