Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Se eu tivesse uma galinha de ovos de ouro

Se eu tivesse uma galinha de ovos de ouro

ovos-de-ouro-wallpaper-16467-1.jpg


Se eu tivesse uma galinha de ovos de ouro, seria feliz e muito rica.
Que sorte seria, chegar ao galinheiro e no poleiro estarem 6 ovos… no dia a seguir mais 6 ovos e assim sucessivamente.
Venderia os ovos de ouro por 40€ cada um. Em media, venderia 3 ovos por dia, por isso, ao final da semana teria 840€ na carteira.
Estando na Época da Páscoa, eu colocaria os restantes 3 ovos a enfeitar a casa. Mas, sendo demasiados ovos ao final do ano, parava de enfeitar a casa, nessa altura seriam vendidos.
A partir de uma certa altura, a galinha começou a por 9 ovos por dia.
Os restantes 3 ovos colocaria numa feira de ourivesaria e, ao final do ano, dava muito mais dinheiro, porque cada um valia 80€.

Ai, se eu tivesse uma galinha de ovos de ouro… 

Ana Rita Pereira, 5ºB

Professora de Português

Eugénia Moura

A Vida

pordosol.jpg

A Vida

 

A Vida é a realidade mais realista que existe

neste mundo.

A Vida, por vezes, dá voltas

que nem sempre acabam

da melhor maneira.

Mas essa maneira vai ser sempre

desenvolvida ao longo da Vida.

A Vida são dois dias,

o gosto e o grande desgosto.

A Vida tal como pode ter linhas retas

pode ter linhas curvas.

Mas cada uma dessas linhas

vai ter o seu destino merecido.

 

Angela Costa, 6º A

 

 

Pela turma do 3.º B, da EB de Albergaria.

Uma diferente maneira de fazer compras

Normalmente, vou com a minha mãe ao supermercado. Num instante, enchemos um carrinho de compras, passamos na caixa, colocamos tudo no carro e vimos para casa.

No entanto, por vezes, a minha mãe vai ao mercado, onde gosta de comprar alguns produtos específicos.

É uma experiencia muito diferente de ir ao supermercado!

Costumamos ir ao mercado a Estarreja ou a Albergaria.

Da última vez, fomos a Estarreja. Comprámos fruta, legumes, algumas plantas para a minha mãe colocar na horta, flores e também uns sapatos e um vestido para mim!...

Foi muito diferente de uma ida ao supermercado, porque comprámos a vendedores diferentes, falámos com muita gente, pessoas simpáticas e outras um pouco barulhentas, mas todas nos queriam vender tudo!

Regressámos a casa carregadas de sacos e com mais compras do que pretendíamos...

Clara Melo

Da turma do 3.º B da 

EB de Albergaria-a-Velha

Professor Titular de Turma: José Manuel Alho

O Planeta das Bananas.

Planeta das Bananas.jpg

Era uma vez um menino chamado Guilherme que queria muito ser astronauta. Imaginava-se a andar numa nave espacial com montes de outros astronautas.

Mas isso também trazia coisas negativas... Por exemplo: passava 40% do seu dia a estudar matemática e 10% em atividades extracurriculares que têm a ver com astronomia.

Mais de vinte anos depois, o rapaz já sabia quase tudo sobre astronomia, e, de surpresa, convidaram-no para ir numa viagem na nave «Ítaca» (nave que dois dos seus maiores ídolos: Lucas e Lydia usaram para chegar ao Planeta Branco) para ir para um planeta desconhecido, amarelo...

E ele, sem pensar duas vezes, aceitou a proposta.

Passado algum tempo, chegou o dia de ele ir para o «planeta amarelo» por assim dizer...

O Sr. Comandante José fez a contagem decrescente e...voom! Lá íamos nós para uma grande aventura!

Quando estávamos a chegar ao «planeta amarelo» vimos algo interessante... Parecia que o planeta estava completamente coberto por bananas!

Aquilo não podia ser real! E se fosse era um fato impressionante sobre a astronomia!

Chegámos ao planeta, e... a nossa teoria era real! O «planeta amarelo» transformou-se no «planeta das bananas»!

Ficámos lá um ano para descobrir a história daquele planeta... mas, passado um ano, tivemos de ir embora porque macacos invadiram-no. Que coincidência não é?

Mas nós ficámos contentes! Fizemos uma conquista lendária!

Guilherme Valdez

Da turma do 3.º B da 

EB de Albergaria-a-Velha

Professor Titular de Turma: José Manuel Alho

Como fazer um poema

      

poesia.jpg

 

      A poesia é uma forma que o ser humano pode utilizar para expressar os seus sentimentos e a sua visão sobre o mundo que gira à sua volta.
      Eu penso que fazer um poema pode ser muito fácil e, simultaneamente, pode ser muito difícil, porque um poeta tem de ter imaginação, criatividade, sensibilidade e ser hábil com as palavras.
     Na minha opinião, para fazermos poesia temos que ser diferentes dos outros, ou seja, pensarmos com o coração e com a alma.
     Para construir um belo poema tenho liberdade de escrita, pois não sou obrigada a cumprir regras de estrutura como temos que o fazer, por exemplo, no texto narrativo.
     Assim, eu posso construir um poema que tenha versos que rimem e outros que não ou até o meu poema pode ter quadras, tercetos ou o que eu desejar, ou seja, tenho liberdade de escolha.

                                                                                                                                 

                                                                                                                                     Filipa Araújo, 5º B

Professora de Português - Eugénia Moura

Escola Básica de Albergaria-a-Velha

 

«Quando caminha / treme a terra»

A Mãe

A mãe

É mais forte

que a pedra

quando caminha

treme a terra.

 

A mãe

é a mais bela do mundo

quem quiser ser como ela

é só num sono profundo.

 

A mãe

É mais mágica que a magia

quem a quisesse comprar

só se falia.

 

A mãe

é a minha criadora

e também

a minha educadora.

Gabriel Duarte

Da turma do 3.º B da 

EB de Albergaria-a-Velha

Professor Titular de Turma: José Manuel Alho

Pela turma do 3.º B, da EB de Albergaria.

A mãe

A mãe

É o sol da família

E eu sou o seu pequeno raio.

 

A mãe

É forte,

Um abraço seu aquece-nos a alma.

 

A mãe

É sábia,

Sabe o que é melhor ou pior para os filhos.

 

A mãe

É alegria,

Dá felicidade todo o dia.

 

A mãe

É vida,

Da sua barriga três lindas prendas saíram.

 

Inês Araújo

Da turma do 3.º B da 

EB de Albergaria-a-Velha

Professor Titular de Turma: José Manuel Alho

Pág. 1/2

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D