Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

A verdadeira história do Capuchinho Vermelho - versão do Lobo Mau

 

lobomau1.jpgpor Isaac Ivan Lopes/Nº14/6º B

    Andava eu na floresta a tentar comer um animal qualquer, quando, de repente, uma menina com um capucho vermelho, com um cesto e com flores passou ali perto de mim.
    Pensei logo no petisco que estava dentro do cesto. Fui então meter conversa com ela. Fiquei a saber que tinha uma avó, e que o cesto era para ela, mas se assim fosse, eu não comeria nada. Fiquei, então, também a saber que a avó morava numa casa no fim da floresta.
   Depois de alguma conversa, lá convenci a Capucho a ir pelo caminho mais longo e eu fui pelo mais curto.
   Quando cheguei a casa da avó, comi-a e depois vesti a roupa dela e deitei-me na sua cama.
   A Capucho bateu à porta. Entrou e começou a dizer coisas bastante invulgares sem se calar:
   “Ó avozinha que nariz tão grande!”, “Ó avozinha que orelhas tão grandes!”, “Ó avozinha que boca tão grande!”, “Ó avozinha que dentes tão grandes!”… Estava mesmo a pedi-las!
   Comecei a ficar farto e “ZÁS”, mais uma para a minha barriga.
   Comi de seguida tudo o que estava no cesto e, se me lembro bem, até o cesto comi.
    Passou, então, na floresta, para meu grande azar, o “Assustador”, o “Grande”, o “O Que Todos Temem”, o Lenhador.
   Ouvindo o Lenhador gritos correu até casa, deu na porta um grande pontapé e ... pensei que ele fosse do Karaté.    Mas, voltando à história, arrombou a porta, olhou em volta e reparou que os ruídos vinham da minha cheia barriga. Tivemos uma grande discussão, obrigou-me a deitar na cama e ... cortou-me a barriga com uma coisa chamada Mega-Tesoura 3000. Tirou de lá então a Capucho e a Avó.
    Mais tarde, comeram eles um lanche: Lobo à Agridoce.
    Portanto, hoje, conto mais uma vez esta história dentro de 3 barrigas.


Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D