Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

A partir do texto "A viagem do rio", de Pinto & Chinto.

Continua o texto, acrescentando mais três personagens ao enredo, após o encontro do rio com a flor (final do penúltimo parágrafo). Deves recomeçar a ação pela expressão "O rio retomou a marcha e, de seguida..."

O rio retomou a marcha e, de seguida, perguntou a uma montanha:

- Podias indicar-me o caminho  para o mar?

A montanha respondeu:

- Não sei. Pergunta àquele arbusto.

Então o rio continuou a marcha até o encontrar. E perguntou-lhe:

- Sabes onde é o mar?

- Não te sei indicar.

Algum tempo depois, encontrou um barco e perguntou-lhe

- Podes dizer-me onde é o mar? 

- Sim!- respondeu o barco.

Depois de lhe ter indicado o caminho, o rio lá chegou ao mar e fez questão de agradecer ao barco.

Francisco Silva

 

Os dois novos amigos

 

O rio retomou a marcha e, de seguida, encontrou uma raposa na sua bela margem. Foi então que perguntou:

- Senhora raposa, sabe qual é o caminho para o mar?

- Bem, deve ficar para ali… ou será que é para aquele lado?...

Ao ver semelhante incerteza, o rio disse:

- Senhora raposa deixe lá… penso que já sei onde é! Obrigadinho pela ajuda!

- O rio seguiu novamente e cruzou-se com um coelho e logo lhe perguntou:

- Olá, coelhinho! Sabes qual o caminho para o mar?

- Oh! Queria tanto ajudá-lo, mas, infelizmente, não sei!

- O rio, ficou muito triste, mas de seguida acabou por encontrar também um macaco, que comia uma banana todo deliciado.

- Macaquinho, também não sabes o caminho para o mar? – Perguntou o rio.

- Claro que sei! também vou para lá! Dás-me boleia?

- A sério! Tu sabes, mesmo o caminho? Não acredito! Dou boleia, dou!

E assim, lá foram os dois novos melhores amigos para o fantástico mar.

Cátia Silva

 

A viagem do rio

 O rio retomou a marcha e, de seguida, viu um alto e gordo Chorão. Parou e perguntou:

- Sabes dizer-me o caminho para o mar?

- Não sei. Apenas sei, que me dou bem perto do rio, por isso, aqui estou a abanar as minhas folhas ao fresco vento da tarde.

Continuando o seu percurso, por aqui e por ali, sem saber se conseguia chegar ao mar, o rio fez um desvio grande. Ouviu o tagarelar de crianças que faziam um piquenique na sua margem. Ao chegar perto delas, perguntou-lhes se sabiam o caminho para o mar. Animadas, as crianças responderam:

- Não sabemos. Mas, vamos aproveitar as tuas águas cristalinas, para tomar uma banhoca.

Logo depois, encontrou uma cidade com bonitas paisagens e aproveitou para lhe perguntar onde ficava o mar. A cidade respondeu:

- O mar?! O mar fica ali, onde tu, Sr. Rio, te encontras com o Sr. Mar. A esse lugar chama-se Foz.

Afonso Moura

 

Turma do 3.º B,

da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D