Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Ser diferente também é ser igual.

    A Menina das Duas Cabeças

 

 

 

 

     Era um novo dia, e Diana ia visitar a avó à sua pequena aldeia. Diana tinha um cão preto, com uns caracóis suaves e os olhos risonhos, era um verdadeiro amigo e acompanhava-a em tudo, mesmo tudo. Era um cão muito feliz e chamava-se Kiko.

    Diana, nesse dia, vestiu o seu vestido preferido, era todo branco, parecia neve; para além disso usava, na cinta, uma faixa vermelha, com pintas também brancas. Esse vestido combinava muito com ela. Diana tinha a pele lisa e suave, uns olhos grandes e redondos, o nariz era bicudo e a sua boca era oval. Os seus cabelos eram pretos, compridos e ondulados, brilhavam com o reflexo do sol.

    Ela tinha um espelho especial… era mágico… deslumbrante. Quando ela se olhava ao espelho via-se com duas caras e punha-se a falar de uma cara para a outra, elogiando-se uma à outra:

    “Hoje estás deslumbrante!”

    “Não! Tu é que estás.”

    “Eu gosto muito dos teus olhos!”

    E pronto, era assim uma confusão.

    Eram onze horas da manhã e Diana, depois de pronta, pôs uma coleira no seu amigo e companheiro cão Kiko e fizeram-se a caminho da casa da avó, passo a passo.

    Pelo caminho passou pela D.Isabel que estava no seu local de trabalho, na pastelaria, a fazer uns biscoitos de laranja, os preferidos de Diana.

    - Queres um biscoito? – perguntou a D.Isabel a Diana – Estão acabadinhos de fazer!

    - Sim, se faz favor. – responde Diana com um pouco de vergonha nos seus olhos.

    Logo que recebeu os biscoitos continuou o seu caminho. Uns minutos depois já conseguia avistar a casa da avó e ficou muito feliz.

    Quando chegou a casa da avó, ela disse-lhe:

    - Minha linda, estás tão bonita, e o teu Kiko já cresceu um pouco!

    - Obrigada avó, - agradeceu Diana – de facto o meu amigo já cresceu e está muito traquina.

    - Olha Diana, o almoço está pronto, é arroz e carne assada, também fiz aquela saladinha especial que tu tanto gostas. Anda para a mesa, mas primeiro vai lavar as mãos. – informou a avó.

    Entretanto, foram para a mesa e esqueceram-se completamente do Kiko e ele, triste, começou a chorar. Mas quando a Diana o ouviu foi logo buscar ao frigorífico comida para ele.

    - Toma Kiko, desculpa por me ter esquecido de ti, podes começar a comer. – disse Diana.

    Quando acabaram de comer, Diana agradeceu à avó pelo almoço. Entretanto a mãe chegou, pois já eram horas de voltar para casa. Mas antes disso a avó ofereceu-lhe bombons para ela saborear, sendo eles os seus favoritos.

    Pelo caminho contou à mãe o seu grande dia e a mãe ficou muito contente por vê-la tão feliz e satisfeita.

 

  Mariana Fonseca, 6ºA  

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D