Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Da turma do 4.º B, da EB de Albergaria-a-Velha.

Para escrever um poema…

 

     Podes escrever um poema para exprimires as tuas emoções, para provocares a reflexão sobre um problema que afeta as pessoas, para construíres sentidos a partir de jogos de palavras…

Se quiseres, podes transcrever os teus poemas em postais ou em marcadores de livros para ofereceres a alguém de quem gostas. Podes também participar em recitais de poesia ou ir construindo uma coleção com os teus textos.

 

  • Qual é a tua intenção ao escreveres o poema (partilhar emoções provocadas por uma pessoa, por um acontecimento ou por alguma coisa que tenhas observado, transmitir um ponto de vista pessoal sobre uma determinada questão; levar as pessoas a tomarem consciência de um problema importante; experimentar fazer jogos de palavras…)

 

  • Qual é a temática do teu poema?

 

  • Que ideias ou imagens te são sugeridas por essa temática?

 

  • Que sentimentos queres transmitir aos teus leitores (contentamento, revolta, surpresa, paixão, tristeza, admiração…)?

 

  • A que processos podes recorrer para ajudares os leitores a perceberem as tuas intenções (a comparações, a metáforas, a personificações, a repetições de sons, de palavras ou de frases…)

 

  • Pretendes construir o teu texto a partir da estrutura de um poema que já existe, mantendo o mesmo ritmo, ou preferes criar uma estrutura pessoal?

 

  • Como vais organizar o teu poema (em quadras, de acordo com uma disposição gráfica especial, de forma livre…)?

 

  • Qual será a melhor forma de organizar as palavras para criares uma certa musicalidade? Os teus versos vão rimar?

 

  • Que título podes dar ao poema de modo a completares o seu sentido e a despertares a atenção dos leitores?

ALGUNS RECURSOS ESTILÍSTICOS

COMPARAÇÃO

     A comparação, como o próprio nome indica, consiste na associação entre dois termos diferentes, mas entre os quais há algo que permite aproximá-los.

 

     Exemplos:

  •  "O silêncio pesava como chumbo."  
  • "Os olhos de ambos reluziam como pedras preciosas."

METÁFORA

     Na metáfora está sempre implícita uma comparação, ou seja, implica uma associação comparativa entre duas realidades, entre duas ideias, mas coladas uma à outra sem quaisquer elementos que explicitem essa associação.

 

     Exemplos:

  • "Amor é fogo que arde sem se ver," (Camões)
  • "A lua nova é uma vozinha da tarde..." (Jorge Luís Borges)

PERSONIFICAÇÃO

     Consiste em atribuir qualidades ou caraterísticas humanas a tudo o que não seja humano (ideias, animais, plantas, coisas, objetos inanimados, o irracional...).

 

     Exemplos:

  • "As estrelas foram chamadas e disseram: aqui estamos." (António Vieira)
  • "A tarde descia, pensativa e doce, com nuvenzinhas cor-de-rosa." (Eça de Queirós)

RIMA

     Processo que consiste na correspondência de sons em lugares determinados dos versos.

 

     Exemplo:

“Falam por mim os plátanos da rua:

Deixam cair as folhas amarelas,

E ficam hirtos na friagem nua

Como mastros sem velas.”

(Miguel Torga, Diário II)

ADJETIVAÇÃO

     Recurso estilístico que consiste no uso mais ou menos abundante de adjetivos.

Exemplo:

  • "Os seus lindos dentes miudinhos alvejaram a sombra do véu." (Eça de Queirós)

ONOMATOPEIA

     Trata-se do emprego de palavras que sugerem sons produzidos por animais ou pessoas (ronronar do gato, piar do pássaro, gotejar da torneira…), ou ruídos produzidos por objetos (chiar do carro…) ou pela natureza (sibilar do vento, ribombar do trovão...)

 

     Exemplo:

Troc... troc... troc... troc...

Ligeirinhos, ligeirinhos.

Troc... troc... troc... troc...

Vão cantando os tamanquinhos...

"Galgar com tudo por cima de tudo, hup-lá

Hé-lá! Hê-hô! Ho-o-o-o-o-o!

Z-z-z-z-z-z-z-z-z-z-z-z-z-z!

Ah não ser eu toda a gente e toda a parte!"

(Álvaro de Campos)

Poemas escritos por colegas teus

Eu quero…

Eu quero ser mar

Para poder reflectir

As estrelas a brilhar.

 

Eu quero ser rua

Para de noite poder ser

Iluminado pela lua

E para de dia sentir

O sol brilhar na calçada

Por onde só passam pessoas

Que na vida não querem nada.

(Filipe)

 

Sim ou não?

Sim, não,

Sim, não…

Ou leio a lição

Ou não estou com atenção.

 

Sim, não,

Sim, não…

Ou brinco com o cão

Ou vou jogar no pavilhão.

 

Sim, não,

Sim, não…

Ou ando de fato

Ou visto o macacão.

 

Sim, não,

Sim, não…

Ou pesco um peixe

Ou fujo do tubarão.

 

Sim, não

Sim, não…

Que hei-de fazer

Que grande atrapalhação!

(Luana)

 

Para melhorares o teu poema, podes pedir sugestões ao Professor, a um colega ou até aos teus pais.

Se leres o poema em voz alta, perceberás mais facilmente quais são os aspetos que ainda podes melhorar.

 

Para aperfeiçoares o teu poema…

  • Ao ler o poema, percebe-se qual é a tua intenção e qual foi a temática que escolheste?
  • Os recursos e o vocabulário que utilizaste permitem transmitir de forma adequada as imagens e as emoções que deram origem ao poema?
  • Quando se lê o poema em voz alta, percebe-se que tem ritmo?
  • As palavras que escolheste e a forma como as organizaste permitem criar uma certa musicalidade?
  • A disposição gráfica dos versos é adequada aos efeitos que pretendes alcançar?
  • No caso de teres dado um título ao poema, ele ajuda a completar o sentido do texto e permite chamar a atenção dos leitores?
  • Utilizaste os sinais de pontuação adequados?
  • Usaste o corretor ortográfico do computador ou o dicionário para fazeres a revisão do texto?

 Prof. da Turma: José Manuel Alho

Para aumentar de tamanho, clicar quando no cursor aparecer "Ler em ecrã inteiro"

3 comentários

Comentar post

Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D