Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Campeonato da Matemática da turma do 3.º B, da Escola Básica de Albergaria-a-Velha.

Hoje, pela manhã, procedeu-se à entrega de prémios aos três primeiros classificados no Campeonato de Matemática, realizado este período letivo para a turma do 3.º B, da Escola Básica de Albergaria-a-Velha.

005.JPG

(da esqerda para a direita: Francisco Silva, Rodrigo Silva e José Lemos)

Concluídos os exercícios, foram estes os desempenhos que ditaram a classificação final:

  • 1.º Classificado: Rodrigo Pinho Silva - 661 pontos.
  • 2.º Classificado: Francisco Ricardo Salazar e Silva - 645 pontos;
  • 3.º Classificado: José Daniel Pereira de Lemos - 641 pontos.

Uma vez maism, o trabalho desenvolvido no corrente período letivo, no âmbito da Matemática, orientou-se para a conceção, implementação e avaliação de uma prática letiva contextualizada, em harmonia com a especificidade deste grupo de trabalho/turma.

... centrada no desenvolvimento da predisposição e aptidão para raciocinar matematicamente, do gosto e confiança pessoal em desenvolver atividades intelectuais que envolvem raciocínio matemático, da aptidão para discutir com outros e comunicar descobertas e ideias matemáticas, da compreensão de noções estruturantes, da predisposição para resolver problemas e da capacidade de desenvolver processos de resolução, da capacidade de decidir sobre a razoabilidade de resultados e de usar os instrumentos mais adequados à sua obtenção...

Com efeito, foram estabelecidas expectativas claras e positivas para os alunos. Estes devem saber o que se espera deles. Devem também saber que se acredita que eles são capazes de atingir esses objetivos e que têm uma responsabilidade fundamental nesse processo.

Importa pois evidenciar que a até agora desenvolvido  tem por horizonte uma agenda de orientações curriculares centrada no «desenvolvimento da predisposição e aptidão para raciocinar matematicamente, do gosto e confiança pessoal em desenvolver atividades intelectuais que envolvem raciocínio matemático, da aptidão para discutir com outros e comunicar descobertas e ideias matemáticas, da compreensão de noções estruturantes, da predisposição para resolver problemas e da capacidade de desenvolver processos de resolução, da capacidade de decidir sobre a razoabilidade de resultados e de usar os instrumentos mais adequados à sua obtenção, da tendência procurar “ver” e apreciar a estrutura abstrata que está presente numa situação, como é preconizada pelos documentos orientadores para o ensino da Matemática na Educação Básica» (Abrantes et al., 1999, p.41).

Parabéns a todos os participantes!

 

Prof. Titular da Turma: José Manuel Alho

Campeonato da Ortografia - 3.º B. Consagração dos vencedores.

Hoje, pela manhã, procedeu-se à entrega de prémios aos três primeiros classificados no Campeonato de Ortografia, realizado, durante o primeiro período, para a turma do 3.º B, da Escola Básica de Albergaria-a-Velha.

003.JPG

 (da esqerda para a direita: Rodrigo Silva, Afonso Moura e Catarina Figueiredo)

Concluídos os exercícios, foram estes os desempenhos que ditaram a classificação final:

  • 1.º Classificado: Afonso de Bastos Moura - 0 erros;
  • 2.ª Classificado: Rodrigo Pinho Silva - 7 erros;
  • 3.ª Classificada: Catarina Rodrigues Figueiredo - 9 erros.

Na oportunidade, nota para o facto de todos os alunos terem acabado a competição com meritórios progressos na sua competência para escrever com correção ortográfica.

 

Parabéns a todos os participantes!

 

Prof. Titular da Turma: José Manuel Alho

O Natal - Pela turma do 4.º ano, do CE de Angeja.

Natal

Nascimento de Jesus

Alegria sem fim

Todos em família

Ajudar quem precisa

Lágrimas não há

Filipa Melo e Fabiana Rodrigues

1.JPG

O Natal

O Natal é bom.

Há muita frescura.

A frescura é agradável,

Agradável como a água.

É belo o Natal,

Porque temos a Família.

Divertimo-nos muito.

É bom para nós.

Por isso, Bom Natal!!!

Jéssica Martins 

2.JPG

NATAL

Eu gosto do Natal,

Ele é lindo,

Vou fazer um boneco de neve

Com o meu amigo Armindo.

 No Natal,

Vem o Pai Natal

Ele vai trazer presentes,

Para quem não se portar mal.

 

O Natal é bom,

Bom e importante.

Por isso, não o podemos

Pôr de parte, numa estante.

 

Eu gosto do Natal,

Ele é divertido.

Mas quando acaba,

O meu coração fica atingido.

Marcos Neves

 

Turma do 4.º Ano, do CE de Angeja

Profª. Titular de Turma: Emília Marques

Trabalho de Projeto do 3.º B de Albergaria - "À descoberta da minha localidade".

Caracterização da

minha localidade

Porque conheço e valorizo as vantagens de promover (sempre) o envolvimento da Família no enriquecimento do processo de ensino e aprendizagem dos seus educandos, com o objetivo de criar/viabilizar oportunidades para que os Encarregados de Educação possam consolidar o hábito de participar da vida escolar de seus filhos, dinamizei com os alunos e seus agregados familiares um trabalho de projeto centrado na pesquisa e recolha de informação sobre o passado da nossa terra/localidade.

Nos termos da proposta inscrita na planificação de Estudo do Meio (3.º Ano), foram criados 6 grupos a quem foram atribuídos 6 temas para investigação.

... ressalva-se que não foi intenção, com crianças de 8 anos de idade, exigir o rigoroso cumprimento de todas as regras e preceitos subjacentes à conceção de um qualquer trabalho académico. Haverá tempo para uniformizar e estandardizar, com absoluto rigor, a elaboração dos trabalhos académicos escritos.

Na verdade, o trabalho de grupo é um instrumento pedagógico poderoso para uma aprendizagem ativa e participada, mas por vezes é menosprezado e nem sempre utilizado da forma mais adequada. O SPRinG (Social Pedagogic Research into Group work, i. é., um grupo de Investigação Pedagógica e Social sobre Trabalho em Grupo no Reino Unido) tem dedicado a sua atividade ao estudo e análise das funções e vantagens do trabalho em grupo. Por isso, esforcei-me por observar criteriosamente o essencial das suas recomendações:

  1. A divisão em grupos teve uma motivação estratégica e foi usualmente flexível. Levou em consideração as capacidades das crianças que comigo trabalham desde o ano letivo 2012/2013, as relações de amizade entretanto estabelecidas, as suas personalidades e os diversos estilos de trabalho.
  2. Este trabalho de grupo foi concebido para maximizar as interações pois são elas que levam a resultados efetivos.
  3. A orientação feita instigou os alunos reunir algumas competências sociais, de comunicação e de resolução de problemas necessárias para que haja um trabalho de grupo efetivo. No essencial, era decisivo que as crianças entendessem o que é estar envolvido num grupo e praticassem a tolerância, a confiança, o respeito mútuo e sensibilidade aos outros. Até porque as atividades em grupo ajudam também a ver situações a partir das perspetivas dos outros.
  4. Os adultos devem apoiar o trabalho de grupo efetivo para que se obtenham resultados positivos. Neste particular, o alargamento desta empreitada aos Encarregados de Educação foi crucial. E a eles se deve, em grande medida, a realizada deste trabalho de projeto. Por isso, aqui deixo o meu sentido agradecimento.
  5. As tarefas e atividades feitas em grupo foram pensadas estrategicamente visando o desenvolvimento de níveis mais elevados de pensamento e de aprendizagem.
  6. O trabalho em grupo foi estendido a todo o currículo. As tarefas que facilitam o trabalho em grupo incluíram: resolução de problemas, discussão de ideias, tomadas de decisão, tarefas que envolvam a partilha de informação, pesquisas sobre um tema, recolha de dados.

Otimizando também o trabalho realizado no âmbito das TIC (Oferta Complementar), os trabalhos foram vertidos em suporte digital para publicação neste blogue EDUcativo.

 

Por fim, ressalva-se que não foi intenção, com crianças de 8 anos de idade, exigir o rigoroso cumprimento de todas as regras e preceitos subjacentes à conceção de um qualquer trabalho académico. Haverá tempo para uniformizar e estandardizar, com absoluto rigor, a elaboração dos trabalhos académicos escritos.

 

O primeiro trabalho a ser divulgado, subordinado ao tema “Caracterização da minha localidade”, foi realizado pelos alunos Rodrigo Silva, Cristiana Silva e Dinis Espadinha.

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

 

 

Trabalho de projeto do 3.º B da EB de Albergaria - "À descoberta da minha localidade".

Monumentos e

edificações antigas

Porque conheço e valorizo as vantagens de promover (sempre) o envolvimento da Família no enriquecimento do processo de ensino e aprendizagem dos seus educandos, com o objetivo de criar/viabilizar oportunidades para que os Encarregados de Educação possam consolidar o hábito de participar da vida escolar de seus filhos, dinamizei com os alunos e seus agregados familiares um trabalho de projeto centrado na pesquisa e recolha de informação sobre o passado da nossa terra/localidade.

Nos termos da proposta inscrita na planificação de Estudo do Meio (3.º Ano), foram criados 6 grupos a quem foram atribuídos 6 temas para investigação.

As tarefas e atividades feitas em grupo foram pensadas estrategicamente visando o desenvolvimento de níveis mais elevados de pensamento e de aprendizagem.

Na verdade, o trabalho de grupo é um instrumento pedagógico poderoso para uma aprendizagem ativa e participada, mas por vezes é menosprezado e nem sempre utilizado da forma mais adequada. O SPRinG (Social Pedagogic Research into Group work, i. é., um grupo de Investigação Pedagógica e Social sobre Trabalho em Grupo no Reino Unido) tem dedicado a sua atividade ao estudo e análise das funções e vantagens do trabalho em grupo. Por isso, esforcei-me por observar criteriosamente o essencial das suas recomendações:

  1. A divisão em grupos teve uma motivação estratégica e foi usualmente flexível. Levou em consideração as capacidades das crianças que comigo trabalham desde o ano letivo 2012/2013, as relações de amizade entretanto estabelecidas, as suas personalidades e os diversos estilos de trabalho.
  2. Este trabalho de grupo foi concebido para maximizar as interações pois são elas que levam a resultados efetivos.
  3. A orientação feita instigou os alunos reunir algumas competências sociais, de comunicação e de resolução de problemas necessárias para que haja um trabalho de grupo efetivo. No essencial, era decisivo que as crianças entendessem o que é estar envolvido num grupo e praticassem a tolerância, a confiança, o respeito mútuo e sensibilidade aos outros. Até porque as atividades em grupo ajudam também a ver situações a partir das perspetivas dos outros.
  4. Os adultos devem apoiar o trabalho de grupo efetivo para que se obtenham resultados positivos. Neste particular, o alargamento desta empreitada aos Encarregados de Educação foi crucial. E a eles se deve, em grande medida, a realizada deste trabalho de projeto. Por isso, aqui deixo o meu sentido agradecimento.
  5. As tarefas e atividades feitas em grupo foram pensadas estrategicamente visando o desenvolvimento de níveis mais elevados de pensamento e de aprendizagem.
  6. O trabalho em grupo foi estendido a todo o currículo. As tarefas que facilitam o trabalho em grupo incluíram: resolução de problemas, discussão de ideias, tomadas de decisão, tarefas que envolvam a partilha de informação, pesquisas sobre um tema, recolha de dados.

Otimizando também o trabalho realizado no âmbito das TIC (Oferta Complementar), os trabalhos foram vertidos em suporte digital para publicação neste blogue EDUcativo.

 

Por fim, ressalva-se que não foi intenção, com crianças de 8 anos de idade, exigir o rigoroso cumprimento de todas as regras e preceitos subjacentes à conceção de um qualquer trabalho académico. Haverá tempo para uniformizar e estandardizar, com absoluto rigor, a elaboração dos trabalhos académicos escritos.

 

O primeiro trabalho a ser divulgado, subordinado ao tema “Monumentos e edificações antigas”, foi realizado pelos alunos Francisco Silva, José Lemos e Catarina Figueiredo.

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D