Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

O pirilampo e a folhinha. Da turma do 4.ºA, da EB de Albergaria.

Numa manhã, quando a folhinha e o pirilampo acordaram, a folhinha viu o seu companheiro deitado ao pé dela. Então disse:

    - Pirilampo, obrigado por ficares aqui. Eu não estava à espera.

    - Foi só para não passares a noite aqui sozinha e teres companhia.

    - Pirilampo, a tua luz apagou-se. Porquê?

    - Porque nós só precisamos de a utilizar de noite que é quando está mais escuro.

    - Pirilampo, obrigada por me ajudares nos meus medos. Agora, já não vou ter medo do escuro.

    - Não foi nada! Olha, eu também tenho medos. O meu maior medo é ser calcado por alguém.

E então foram conversando sobre os medos que tinham.

    - Pirilampo, eu só precisava de ajuda porque nasci lá no alto e nunca caí. E obrigada outra vez pela companhia.

    - Folhinha, tenho de ir para junto da minha família.

    - Foi um prazer conhecer-te. Foste um grande amigo.

    - Vemo-nos no próximo ano. Que tenhas um bom ano, folhinha!

A folhinha e o pirilampo ficaram felizes. Agora a folhinha já não tem medo de cair.

Bianca - 4.º A,

da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: Vítor Tavares

                                                                             

As melhores receitas caseiras de afetos nobres! (IV)

Receita para fazer uma Mãe

Para fazer uma Mãe é preciso:

  • Muito, mas mesmo muito, carinho e também querer;
  • Muitos quilos de amor e um namorado.

Para casar com ela e, se calhar, terem filhos.

Claro que, para ter filhos, é preciso a Mãe estar grávida e o marido concordar.

Quando os filhos nascerem, a obrigação deles é dar muitos beijos à sua Mãe.

É preciso acrescentar um pacote de beleza e um pouco de paciência...

E assim se faz uma Mãe!

Francisco Silva

 

Receita do Amigo Tiago 

Junta-se uma gota de felicidade

a duas colheres de liberdade.

Adiciona-se uma raspa de inteligência

e quatro pacotes de brincadeira.

Mistura-se tudo muito bem

Num bolo fofo e querido.

 

Reserve o preparado.

 

Numa taça bem funda coloque

sete anos de idade

e três colheres de educação

com q. b de aventura.

Bate-se tudo muito bem

até ficar uma espuma de fantasia.

 

Junte os dois preparados

numa forma de menino

e leve  ao forno  bem quentinho.

 

Polvilha-se com humor

E três raspas de paciência.

 

Já está pronto o meu amigo Tiago

que se serve com um copo de leite de alegria. 

José Lemos

 

 

Receita de Pai

Receita antiga com vários modos de preparação.

Esta e a minha maneira de fazer um bom Pai.

 

Ingredientes:

  • 1 kg de amor;
  • 700 gr de responsabilidade;
  • 650 de sinceridade;
  • 500 gr de dedicação;
  • 400 gr de boa disposição;
  • 250 gr de boa educação;
  • 1 kg de brincadeira.

 

Preparação:

Começar por colocar na mesma tigela todos os ingredientes. Mexer suavemente com a colher de pau e juntar o açúcar. De seguida, não esquecer de levar ao forno (de preferência, a vida inteira) para que nunca fique frio. De vez em quando, tirar, cortar e comer uma fatia para alimentar e fortalecer a vida. Voltar a colocar no forno e guardar com muito carinho. Um bom Pai é assim: começa mas nunca esta completamente pronto.

Mariana Henriques

 

Turma do 3º B, da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

As melhores receitas caseiras de afetos nobres! (III)

Receita para fazer um irmão

Primeiro, a exclusividade. 
mãe e pai de um só,
muitos quilos de amor
fervem em lume brando!
À parte, em banho-maria,
prepara-se a vinda de um novo amor,
adiciona-se um frasco de ansiedade.
Aos nove meses, está no ponto…
Nasce um irmão!
Uma boa dose de paciência  
até tê-lo a brincar.
Muitos frascos de alegria,
alguns pacotes de beijos
horas sem fim de brincadeira
junta-se um cálice de magia
e, por vezes, uma raspa de castigo.
Companheiros de brincadeiras,
envolve-se tudo com amor!
Suavemente,
para não derreter a paciência dos pais…
Coze rapidamente,
ora aos beijos, com boa temperatura
ora às turras, já tostados.
Por fim,
Decora-se com chocolate, gomas
e uma pitada de fantasia…
Eis um IRMÃO!
Um companheiro para a vida.

Bianca Silva

 

Receita para fazer um PAI     

Tome-se o peso de três dezenas e nove unidades de idade

Igual peso de paciência para nos aturar        

Q.b.de amor incondicional para nos dar

Uma casca de sofrimento para experimentar

E um quilo de beijos dos grandes.

Em lume brando,

Prepare-se um creme de companheirismo

Com um copo de beijos e algumas gramas de amor

Fica a cumplicidade pronta.

Bate-se em castelo

Uma boa dose de paciência

Com uma pitada de grande ternura.

Mistura-se bem estes dois preparados

Envolve-se com muito amor

E leva-se a cozer lentamente no paraíso

No fim decora-se com amor que tudo perdoa

Eis um PAI!

Não o vamos comer

Porque o queremos ter para SEMPRE!

 Rodrigo Silva

 

Bolo Amor de Mãe

 

Ingredientes:

  • 1 criança
  • 1000 beijinhos
  • 1000 caricias
  • 1 dose de paciência
  • Diálogo q.b.
  • Brincadeira q.b.

 

Preparação:

Pegue na criança

E brinque com ela

A seu gosto. E ao dela.

Junte-lhe os beijinhos

E os abraços adoçando

Tudo com muito carinho!

Misture 1 dose de paciência

Com muita tolerância

E ternura, não esquecendo o diálogo!

Vai direto ao coração

E espera-se que cresça de dia para dia.

Serve-se aos pouquinhos, a toda a hora.

 

Essa receita pode ser duplicada,

Triplicada

E até quadruplicada!

Catarina Figueiredo

 Receita para um novo mano

Ingredientes:

1Kg de amor
1Kg  de beijos
1Kg de beleza
1kg de ternura
1Kg de amizade
Q.b de paciência 

Preparação:
Junta-se 1kg de amizade com 1kg de ternura. Depois, numa taça 1kg de amor, juntar 1kg de beijos. Bate-se tudo até se formar um creme.
De seguida, adicionar paciência q.b. e 1kg de beleza até  ficar em castelo bem firme.
Por fim, passado alguns meses (uns nove…) sai um irmão lindo e perfeito!

Dinis Espadinha

 

Receita para fazer uma mana 

Tome-se o peso de muitos miminhos

de tenrinha idade

Igual ao peso num frasco de beijos

Junta-se um quilo de amor

Com uma taça de alegria

Uma raspa de traquinice

Com q.b. de paciência

E quatro colheradas de bom humor

Mexe-se muito bem até ficar em creme

Coze-se lentamente

A boa temperatura

Em forma untada de sorrisos

No fim espalhe açúcar por cima.

Decore-se com creme cor-de-rosa

Junte um pacote de beleza

Eis uma linda mana.

Serve-se com uma caneca

De leite com chocolate

Diogo Pinho

 

Turma do 3º B, da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

As melhores receitas caseiras de afetos nobres! (II)

Receita para fazer um Pai 

                              Tome-se o peso de um belo quilo de amor                         

Igual peso de sorrisos e abraços

Q.b. de imensa paciência...

Cinco colheres de farinha de beijinhos,

 

Um copo de canela de humor,

Duas pitadas de alegria,

Uma raspa de loucura.

Meia doze de grande atenção

E um pacote de chocolate de adrenalina.

 

Juntam-se os ingredientes, com ternura

Envolvem-se com magia

Muito lentamente,

Unta-se a forma com carinho.

Polvilha-se a farinha de sonhos,

Coloca-se o preparado e leva- se ao forno.

Quando cozido, serve-se com bondade!

Cátia Silva

 

Receita para fazer Pais

Ingredientes:

Numa taça coloque:

  • Duas porções enormes de amor;
  • Seis ovos de carinho;
  • Duas chávenas de humor e alegria;
  • Três chávenas de compreensão;
  • Meia chávena de ajuda;
  • q.b de paciência.

Preparação:

Envolva tudo com cuidados e atenção, polvilhe generosamente com beijos e mimos e leve a cozinhar em lume brando num colo doce e bem quentinho.

Depois de cozido, sem deixar arrefecer, cubra com uma calda de harmonia e raspas de abraços.

Sirva diariamente, com muito chá de brincadeira.

Tiago Silva

 

Receita como fazer os meus Pais

Ingredientes:

Coloca-se num recipiente:

  • 1Kg de amor;
  • b. de ternura;
  • Uma pitada de saudade;
  • Uma raspa de amargura.

 

Preparação:

Envolve-se tudo com generosidade e deixar-se repousar.

A parte faz-se uma calda de bom humor.

Um cálice de alegria; q.b. de paciência já moída e uma pitada de humildade.

Junta-se ao outro preparado, com mais um frasco de paz, um punhado de sinceridade. Envolve-se com paixão, até ficar em creme.

Deixar cozer lentamente a boa temperatura numa forma untada com alegria.

No fim, enfeita-se com um frasco de beijos e três boas colheradas de sorrisos e um pouco de fantasia.

Serve-se com um café cheio de simpatia e honestidade.

Cristiana Silva

 

Receita para fazer uma Mãe

maria santos.jpg

Ingredientes:

  • Muita paciência.
  • Uma chávena de amor.
  • Uma colher de carinho.
  • 1kg de generosidade.
  • Um frasco de sabedoria.

 

Preparação:

Mexer bem a paciência, o amor e a sabedoria.

Para dar mais sabor, adicionar uma colher de carinho.

Cozer bem a mistura anterior e rechear com generosidade.

No fim, polvilhar bem com beijinhos e abraços.

Bom apetite!

Maria Santos

Receita para fazer uma mãe especial

martim.jpg

Ingredientes:

  • A minha mãe;
  • 1 quilo de amor;
  • 1 frasco de beijos;
  • 1 pacote de beleza;
  • 2 folhas de carinho;
  • 24,3 quilos de paciência.

Preparação:

Pego na minha mãe querida, junto 2 folhas de carinho à sua idade de ternura e junto mais um quilo de amor.

Preparo um banho-maria com água quentinha; junto o pacote de beleza e deixo estar o tempo que ela quiser.

Pego numa toalha quentinha e fofinha.

Depois de tirar a minha mãe do banho, enrolo a toalha nela e junto o frasco dos  beijos bem espalhados na sua cara.

No fim, decoro-a com os quilos de paciência (os meus quilos em peso) e tenho uma mãe para todos os dias da minha vida sem ralhar comigo.   

Martim Dias

 

Turma do 3º B, da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

As melhores receitas caseiras de afetos nobres!

Receita para fazer uma Mãe

Com muito carinho e amor
vou juntar um frasco de beijos
misturar algumas brincadeiras
uma raspa de amizade
uma colher de boa disposição
um pacote de beleza 
 
À parte, bate-se um quilo de amor
junta-se caramelo com um punhado de abraços
e algumas colheres de diversão
batidas em castelo
q.b. de paciência
 
No fim com um sopro de fantasia...
Eis uma mãe. 
Serve-se com café de compreensão.

Lia Peralta

 

Como fazer um irmão

Ingredientes:

8-colheres de amor

5-colheres de paciência

3-colheres de dedicação

2-colheres de amizade

beijinhos q.b.

 

Preparação:

Misturar as oitos colheres de amor com as duas colheres de amizade. Depois de misturar bem todos os ingredientes, voltar a mexer.

Passado nove meses, retirar o (a) irmão(a) que nos tanto desejávamos.

Matilde Carvalho

 

Receita para fazer um bom Amigo

Ingredientes:

  • Uma pitada de amizade;
  • Um quilo de amor;
  • Uma chávena de simpatia;
  • Uma caneca de compreensão;
  • Um bule de tolerância;
  • Um frasco de beijos;
  • Um pacote de beleza;
  • b. de paciência;
  • Um cálice de alegria.

 

Preparação:

Amoleça o pacote de beleza, com paciência q.b.;

Numa caçarola, aqueça a simpatia, junte uma mão cheia de beijos e leve a lume brando;

Adicione depois o cálice de alegria;

Descasque a compreensão, corte a tolerância em cubos grossos;

Junte tudo na caçarola e mantenha-a em lume brando;

Bata a amizade bem firme, em castelo, envolva suavemente o amor, até ficar um creme homogéneo;

Por fim, polvilhe rolinhos de perdão.

Sirva sempre que desejar ter um bom amigo ao seu lado.

Afonso Moura

 

Turma do 3º B, da EB de Albergaria-a-Velha

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

Receita para fazer uma Amiga. Da turma do 3.º B, da EB de Albergaria-a-Velha.

1.jpg

Toma-se o peso de um quilo de amor,

Adiciona-se um frasco de beijos,

E um pacote de beleza.

Envolvem-se os três preparados suavemente.

Coze-se a boa temperatura em forma untada de abraços.

No fim, polvilha-se com q.b de paciência.

Eis uma amiga!

Serve-se com sumo de ternura.

 

Guilherme Duarte - 3º B, da EB de Albergaria

Prof. Titular de Turma: José Manuel Alho

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D