Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

A gaivota Cremilde e o Moliceiro

 

A gaivota Cremilde é uma ave muito aventureira. Gosta de contar aos outros as suas histórias sobre as suas aventuras inesquecíveis.

 

Um dia, foi para à bela cidade de Aveiro e conheceu um moliceiro muito giro, pintado com cores fortes.

 

Ele era o moliceiro mais belo da região. Chamava-se Barossca, porque quem o tinha feito foi Daniel Barossca, um homem muito famoso pelos moliceiros feitos.

 

O que o moliceiro Barossca nunca tinha saído do mesmo lugar. Ele sentia-se triste. Então, chegou a gaivota ao pé do moliceiro e disse-lhe:

- Não te entristeças. Eu sou a gaivota Cremilde e quero ser tua amiga. Assim, poderemos viajar por lugares fantásticos.

 

O moliceiro aceitou e partiu com a gaivota para conhecer a região de Aveiro. Primeiro, visitaram o Oceano Atlântico e a gaivota sobrevoou o mar e o moliceiro aproveitou para dar algumas voltas no Oceano. Depois de tantas brincadeiras ficaram com fome e foram comer uns ovos moles perto da Ria de Aveiro.

 

Já era tarde, e como habitual, todos foram descansar.

 

No dia seguinte, participaram numa exposição marítima, a “ Ria Aveirense”. Não se sentiam muito confortáveis, pois estiveram como estátuas, quase durante cinco horas, cheios de frio, pois era quase outono e a Ria começava  a ficar fria.

 

Depois de um longo dia foram comer uns belos rissóis ao mesmo restaurante onde tinham ido no dia anterior.

 

E muitas mais aventuras se seguiram.

 

ISAAC LOPES, 5º B, nº14

Prof. Carla Sofia Araújo

Pela turma do 3.º Ano, do Centro Escolar de Angeja.

Os medos

 

Um dia perguntei-me:

-Que medos é que terei?

Medo de ladrões,

Do escuro ou

Da trovoada?

Terei medo de

Perder familiares,

De conhecer pessoas desconhecidas,

De morrer?

Ou terei medo de

Remoinhos de vento,

De fantasmas

Ou de ficar internada?

Ou, até mesmo,

Ter medo de ter medo?

Será que não tenho medo?!

 

 

Fabiana Rodrigues

e  Maria Vieira

Centro Escolar de Angeja 

Professora Titular da Turma: Emília Marques

 

Da turma do 4.º A, da EB de Albergaria-a-Velha.

A nossa visita de estudo

             No dia 30 de janeiro a turma do 4º A da EB, realizou uma visita de estudo a Guimarães e ao Porto. Fomos no autocarro da Câmara Municipal e a auxiliar, D. Gracinda, foi connosco. O tempo estava cinzento.

            Saímos da escola por volta das nove e seguimos pela autoestrada. Na ida, passámos no Porto e vimos o estádio do Dragão, mas não chegámos a parar. Pelo caminho, vimos estufas e a professora até disse que alguns agricultores cultivavam lá diversas plantas.

            Seguimos viagem até que fizemos uma paragem numa estação de serviço onde havia um café. A professora pediu à gerente para nós comermos o lanche da manhã. Depois continuámos o nosso caminho...

            Quando chegámos a Guimarães, vimos a parte antiga da cidade e as muralhas. Primeiro observámos a estátua de D. Afonso Henriques e tirámos fotografias. Depois a professora pediu autorização para visitarmos gratuitamente o Paço dos Duques e autorizaram a nossa visita. Assim, pudemos observar: uma maquete do Castelo de Guimarães, em legos, salas que tinham enormes tapetes a representar batalhas, um grande e belo salão de banquetes, uma capela, um coche, dois quartos, enormes lareiras, vestes e armários antigos, armaduras... Ainda vimos um senhor que tinha um falcão empoleirado no braço e que nos deu a conhecer alguns hábitos desta espécie. Depois vimos uma exposição relacionada com falcões e outras aves de rapina. A seguir visitámos o castelo que estava em manutenção.

            Seguimos viagem, a caminho do Porto. Entretanto, fizemos uma paragem para almoçar noutra estação de serviço numa espécie de restaurante, onde a professora fez o mesmo pedido. Eu comi batatas fritas e um hambúrguer, na companhia dos meus colegas e sem apanhar frio.

            No Porto, passámos pela Praça da República, pela Avenida Dos Aliados e vimos ruas perpendiculares e ruas paralelas. Também visitámos a estação de S. Bento, onde vimos lindos azulejos e painéis com os horários de partida e chegada dos comboios. Caminhámos pela estação e vimos o movimento e dois túneis. Até vimos uma gaivota a tentar comer os restos de comida que estavam no lixo.

            Continuámos viagem em direção ao Castelo do Queijo. Pudemos observar o rio Douro, as belas fachadas de edifícios antigos, elétricos e autocarros turísticos. No Castelo do Queijo, vimos canhões, postos de vigia e tirámos fotos. Mesmo ao lado, tinha a praia de Matosinhos. Ainda passeámos a pé e vários colegas já não viam o mar há 3 anos. O Sol até brilhou um pouco para nós vermos o mar. Apesar de agitado, estava bonito e cheirava a maresia.

            No regresso, vimos barcos turísticos e os barcos rabelos com pipas de vinho do Porto. Chegámos à escola, já passava das dezassete horas.

            Eu e os meus colegas adorámos a visita! Foi uma maneira incrível de aprender e tudo gratuito.  

 

Micaela, com a colaboração dos colegas

4º A, da EB de Albergaria-a-Velha

Professora Titular: Carmo Delgado

 

Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D