Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Da turma do 4.º A, da EB de Albergaria-a-Velha

 

A poluição no mar

É tão triste ver

o mar poluído,

sujo e sem brilho!

 

É tão triste ver

os derrames de petróleo,

as aves a morrer

num mar que parece estar a sofrer!

 

É tão triste ver

que a culpa…

É dos homens

que não sabem viver!

Bruna Pereira, 4.º A

 

O MAR

O mar é grande

lindo e fundo,

com peixes coloridos,

algas e conchas.

 

Algumas pessoas são cruéis

porque deitam lixo no mar,

transformando assim

o mar em caixotes do lixo.

 

O mar também

é a casa dos peixes,

dos polvos, dos tubarões

e de toda a espécie marinha.

Beatriz Santos, 4.º A

 

Era uma vez

Era uma vez

Um mar onde a água era azul.

Azul como o céu

Era lindo!

Cor de esmeralda

No fundo,

Nas vagas, coberto de espuma,

Ele brincava,

Brincava com os peixes

Dando-lhes beijinhos

E beliscões, e fugia a rir,

Por entre as algas.

Gostava de olhar

as flores de mil cores

que há no mar.

Leonel, 4.º A

 

O mar

O mar é profundo

De uma profundidade

Nunca vista no mundo.

 

Tuas ondas assustam

Qualquer ser vivo!

Vê lá se acalmas

E deixas de ser atrevido.

 

Onda curta e vaidosa

És fresca e silenciosa.

 

Ó mar

Que enrolas na areia,

Cansado de trabalhar

Andas sempre atarefado

E não tens tempo de descansar.

Mariana Ribeiro, 4.º A

 

O mar

Mar, mar,

Que bom marear

Desaparecendo no horizonte.

 

E ao longo do percurso,

Peixes vou encontrar.

Agarrar uma gaivota

E poder voar.

 

Ao voltar à costa,

De madrugada

A luz do farol acesa

Estará apagada, não tarda nada.

Eliana Sobral de Jesus, 4.º A

 

O mar

O mar é tão bonito

que quando olho para ele

fico com vontade de chorar!

Quando está calmo,

ponho-me a sonhar.

Quando está bravo,

ponho-me a pensar.

 

No inverno,

só o podemos visitar.

No verão,

até dá para mergulhar!

 

Gosto tanto do mar

que este poema

lhe vou dedicar.

Francisco, 4.º A

 

O mar

Eu gosto do mar

Porque nele podemos nadar.

Gostava de saber pescar

Para peixes poder apanhar.

 

Gosto muito do mar

Especialmente no verão

Porque vou para o Algarve

E visito Portimão.

 

Às vezes o mar está agitado

E é preciso ter muito cuidado.

Com a areia às vezes eu faço uma ponte

O ma está calmo e vê-se o horizonte.

 

Eu gosto de apanhar conchas

E com elas poder brincar.

É tão bom sentir o ar fresco do mar

E gaivotas ver a pescar.

Pedro Emanuel Almeida Silva, 4.º A

 

Poema sobre o mar

Ó mar, quanto ao teu sal

Faz-me lembrar de uma coisa que se chama lágrimas de Portugal!

Quando vou à praia

E entro em ti mar, 

Não me dá vontade de te abandonar.

 

A água te fornece

Mas para seres salgada

O sal te oferece.

Isabela, 4.º A

 

O mar azul

Azul é o meu mar

Com ele consigo sonhar

O meu sonho começa a partir

Para realidade se tornar.

 

Deitado na minha cama ouço e imagino

O canto e o mexer das sereias

O bater dos peixes

E o tubarão comilão.

 

De monstros a heróis

Preenche-se o mar

Onde peixes se confundem com as flores

E as flores com os peixes.

 

No olhar de quem sente o mar

Há uma imensa sensação de alegria!

Eu já soube o que era no mar nadar

Nada mais, nada menos do que boiar num imenso manto azul!

Gonçalo Torres Pinto, 4.º A

 

Prof.ª Titular da Turma: Catarina Maria Pires Monteiro

Pela turma do 3.º A, da EB de Albergaria-a-Velha.

Aquele vento e aquele mar

 

- Imagina o que é ser vento,

soprar as nuvens

e ver toda a gente

 

- Leva-me contigo.

Quero ver a lua

e quero-lhe tocar.

 

- A lua está longe

e não lhe podes tocar.

 

- Para que te serve ser vento,

se não me podes levar?

 

- Serve para te evaporar 

e nas nuvens vais viajar

viajar, viajar!

 

Grupo: Carolina, Inês, Ricardo e Victor

EB de Albergaria-a-Velha, Turma – 3.º A

 

O Mar e o Vento

 

- É tão bom ser mar

E ter criaturas a morar.

Tu não és assim!

Tu não és assim!

 

- É tão bom ser vento

e refrescar toda a gente.

Tu não és assim!

Tu não és assim!

 

- É tão bom ser mar

e ter crianças a nadar.

Tu não és assim!

Tu não és assim!

 

- É tão bom ser vento

e os papagaios fazer voar.

Tu não és assim!

Tu não és assim!

 

- É tão bom ser mar

Dar o sal para alimentar.

Tu não és assim!

Tu não és assim!

 

- Mas precisas de mim!

Mas precisas de mim!

 

 

Grupo: Margarida, Érica, Micaela, Filipe, Neuza e Gonçalo

EB de Albergaria-a-Velha, Turma – 3.º A

 

 

Mar e vento

 

Mar forte

Vento do norte

 

Mar azulado

Vento assustado

 

Mar com ondas

Vento com pombas

 

Mar cinzento

Vento em movimento

 

Mar e vento zangados

Fazem muitos estragos

 

Mar e vento unidos

São nossos amigos

 

Grupo: Pedro, Tomás, Eduardo, Esmeralda, Letícia, Francisco e André

EB de Albergaria-a-Velha, Turma – 3.º A

 

Prof.ª Titular da Turma: Carmo Delgado

Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D