Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Da Turma do 1.º B, da EB de Albergaria-a-Velha.

As vogais brincam às escondidas

Publish at Calameo. Para expandir, clicar no livro.
De Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar
Edições Afrontamento
 

As vogais brincam com o João às escondidas.

O João é inteligente e acabará

por descobrir onde se escondem.

Mas, com a tua ajuda, a sua missão ficará mais fácil.

Indica e desenha os lugares onde se esconderam as vogais.

 

 

Para expandir, clicar em cima da imagem.

 

Prof. Titular da Turma: José Manuel Alho

Pela turma do 4.º A, da EB de Albergaria-a-Velha.

A escola

A escola é divertida

Serve para aprender

Mas também para brincar

Saltar e correr.

Mariana – 4.º A

A Escola

De manhã, quando acordo

Vou para a escola aprender.

A Professora Catarina

Vai ajudar-me a muito saber.

                                 Francisco Cabral Ribeiro – 4.º A

A minha Escola

A minha escola é grande e engraçada

Tem espaço para nós jogarmos à bola.

Às vezes, os vidros quase levam uma bolada,

Temos que ter lápis, borracha e cola.

 

Pedro, 4.º A

A Escola

A escola é onde se aprende

A ser homens ou mulheres.

É onde a alegria se estende

E se brinca com os colegas.

Eliana Sobral de Jesus, 4.º A

A Escola

A escola é muito

Engraçada

E eu gosto de nela

Aprender.

Juliana, 4.º A

A Escola

A escola

É para aprender.

Ensinar e para

Eu saber.

 

 Alexandre Jesus Fonseca, 4.º A

A Escola é onde…

     A escola é onde passamos a maior parte do tempo,

     Onde podemos brincar, estudar e aprender.

     Temos professores de várias idades, que nos tentam compreender.

     Embora não seja fácil, tentam ajudar-nos todos os dias durante o ano.

     Onde vão estar para nos ensinar.

 

Leonel, 4.º A

 

Prof.ª Titular da Turma: Catarina Monteiro

Pela Turma do 4.º A, da EB de Albergaria-a-Velha.

As sensações do outono

      O que eu mais gosto no outono são as folhas coloridas a cair das árvores. Há, também, às vezes calor e outras vezes frio, até chove. Há muitas árvores, há poucas andorinhas, porque migram e há muitos frutos como: uvas, maçãs, pêras, romã, marmelos, diospiros, figos, manga…

     O Outono começou no dia 23 de setembro às 10 horas e 25 minutos.

Francisco Cabral Ribeiro – 4.º A

O Outono

      Quando me falam da palavra “Outono” é das folhas de várias cores que me lembro, que estão no chão ou nas árvores. Este colorido é muito bonito.   

     É engraçado ouvir as folhas a estalarem quando as pisamos.

     O que gosto mais no Outono é de comer castanhas assadas. E do seu cheiro…que bom!

     O que não gosto é do frio. Temos de passar a usar camisolas de manga comprida, guarda-chuvas, casacos, …

     Tenho saudades dos dias em casa da avó, da praia, dos passeios ao ar livre…No próximo verão, voltará isso tudo, e só tenho de esperar. E o melhor é que o tempo, por assim dizer, passa a voar.

Eliana Sobral de Jesus, 4.º A

O Outono

     As sensações que eu sinto no Outono são: de ver as folhas a cair, a sensação do vento a bater na cara, de ver a beleza das folhas a caírem, as cores, os chuviscos a caírem na cabeça.

     O Outono é tão belo e divertido! As cores, o vento, as árvores, é tudo tão belo! Eu adoro o outono.

 

Juliana, 4.º A

As sensações do Outono

      As sensações do Outono são: ar fresco, chuva fresca, cheiro a ervas frescas.

     Quando está o ar fresco precisamos de muitos casacos.

     No Outono, chove muito.

     Eu cheiro as ervas frescas e elas cheiram muito bem.

     As castanhas é um fruto do Outono.

     Gosto um pouco do Outono.

Gabriel, 4.º A

As sensações do Outono

       No Outono, quando passamos perto da adega cheiramos o cheiro a vinho ou quando passamos perto de uma árvore, reparamos que a árvore tem poucas folhas pois, caíram com o vento e com a chuva, também reparamos que as folhas já não são verdes mas sim vermelhas, amarelas, cor-de-laranja e verdes muito clarinhas.       

     Há vários frutos do Outono entre os quais: as maçãs, as peras, as castanhas, as uvas, os dióspiros e os figos. São deliciosos frutos que se colhem no Outono. De todos os meus preferidos são os figos porque são deliciosos e saudáveis frutos. Os meus avós vivem em Sangalhos e tem lá propriedades, apesar de terem uma certa idade ainda fazem o vinho caseiro.

     Por isso, quando passamos pela adega que o meu avô tem, sente-se o cheiro a vinho.    

Mariana, 4.º A

O Outono

        O Outono tem boas e más coisas.

     As boas coisas são: andamos com roupa quente, dorme-se bem, sabe bem estar debaixo das mantas, as árvores ficam coloridas…

     Também há desvantagens como: chove muito, aparecem as constipações, gasta-se dinheiro em remédios, há acidentes por causa das estradas estarem molhadas e com folhas…

     Eu não gosto muito do outono…

 

Pedro, 4.º A

O Outono

     O Outono é das estações do ano mais coloridas. No Outono, as temperaturas começam a descer e as pessoas começam a vestir roupas mais quentes.

     As folhas das árvores começam a cair. De várias cores são as folhas, vermelhas, castanhas, amarelas… As casas, as quintas, as igrejas ficam mais coloridas.

     No Outono, colhem-se alguns frutos.

Alexandre Jesus Fonseca, 4.º A

 

Prof.ª Titular da Turma: Catarina Monteiro

Adeus férias! Olá escola!

Férias de Verão

 

 

 

Escola prestes a acabar

não se falava noutra coisa

senão que a escola ía terminar

só eu não posso falar,

não sei o que os meus pais vão fazer.

Durante o tempo que estive em casa

fazia as minhas obrigações e gostava de ler.

À noite via televisão

via Louco amor e a seguir Doce tentação.

Chegou a hora de dormir

lá ia eu sem vontade nenhuma de ir.

Finamente chegou a hora da viagem.

Que alegria a fazer as malas

e depois arrumar a vagagem.

Lá fomos nós,

com uma grande euforia,

decidimos ir para o Gerês

com o meu tia e a minha tia.

Depois de tanta viagem percorrer

nem imaginam o azar que tive

foi quase toda a semana a chover.

Chegou a hora de partir,

despedimo-nos do Gerês

e arrancamos todos a sorrir,

Só o sol é que fez falta.

Vamos para o Alentejo

pois já lá estava a nossa malta.

Lá há uma coisa que me fascina

além de ser bonita, tem uma piscina.

Sempre bom comer no prato

durante o dia descansava

para à noite ir ao festival do Crato.

Com as férias a acabar

tive que pôr tudo em ordem

pois a escola ia começar.

                                                 Mariana Ferreira, 6ºG, nº11

 

 

Mais sobre este Cais

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D