Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

E porque Dia do Ambiente são todos os dias...

 

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE

 

 

          Dias mundiais, há muitos,

          Mas nem todos como este,

          Faz lembrar o mar, a terra,

          E os seus componentes.

 

 

               Cuidados devemos ter,

               Para o mundo proteger,

               Não poluindo e sujando,

               Teremos o mundo,

               Como devia de ser.

 

 

                        Com a água poluída,

                        Nada podemos fazer,

                        Sem ela não existe vida,

                        Todos iremos morrer.

 

 

                                  A vida ao ar devemos,

                                  Porque ele o respiramos,

                                  Sem ele nunca estaríamos,

                                  No sítio onde estamos!               

                                                                                                       

 

                                                                                           Beatriz Correia -5º F

A partir de uma Oficina de Escrita. Pela turma do 2.º A, da EB de Albergaria-a-Velha.

 

EB de Albergaria-a-Velha, 8 de maio de 2012

 

                Olá, amigo Francisco!

            Como estás? Tens muitas dores?

            Sentimos muito a tua falta. Gostaríamos que ficasses bom depressa. Esperamos que a tua segunda cirurgia corra bem. Sabemos que és muito corajoso!

            Temos trabalhado muito em matemática.   Também andamos a ler livros do Baú da Câmara Municipal. Escrevemos muito e estamos a aprender a escrever uma carta. A carta tem diferentes partes: a localidade, a data, a saudação para se cumprimentar, o corpo da carta com o assunto e perguntas, a despedida e por fim a assinatura.

            Estamos à espera que tu nos respondas.

            Recebe muitos beijinhos.

 

Os colegas do 2.º A e Professora Carmo

 

 

 

                                              Sobreiro, 9 de maio de 2012

 

            Olá, colegas!

            Agora estou um bocadinho melhor, pois estou sem dores, mas vou ser operado na próxima segunda-feira, porque um parafuso saiu do sítio e magoa-me muito. Assim tenho de ir outra vez para o hospital já no domingo. Sou transportado de ambulância, porque tenho gesso até ao peito e nem me posso sentar. Estou um bocadinho cansado de estar sempre na posição horizontal. Assim, como deitado, brinco deitado, vejo televisão deitado, lavo-me deitado e até faço as minhas necessidades deitado. Sinto muitas saudades de brincar na areia da praia, de ir à escola e jogar à bola com os meus amigos. Também tenho muita vontade de correr e de andar de bicicleta.

            Gostei muito da visita da Micaela e gosto muito das visitas da minha professora.

            Um beijo para todos,

 

Francisco

 

 

 

EB de Albergaria-a-Velha, 18 de maio de 2012

 

            Querido amigo Francisco,

            Está tudo bem? Como estás?

            Nós temos novidades. Fomos visitar a nossa linda floresta. Foram os alunos da nossa turma e os alunos da turma do 4º ano da professora Rosa.

            Nós observámos os sinais de trânsito perto da nossa escola. Depois vimos um quintal e lá tinha: um limoeiro, uma latada, cebolas, alface e dois senhores a trabalhar. Também vimos uma quinta com um batatal. A seguir fomos à floresta e vimos: eucaliptos, pinheiros, um sobreiro, carvalhos, mimosas, hera, urze, tojo, giesta, carqueja, cardos e fetos. Falámos do pior inimigo da floresta que é o fogo. Também lanchámos na floresta e ainda brincámos.

             Eu gostaria que tivesses ido e a Margarida. No regresso até fizemos um cartaz.

             Muitos beijinhos,

 

Inês

 

  

 

EB de Albergaria-a-Velha, 18 de maio de 2012

 

             Olá, amigo Francisco!

             Estás melhor?

             Nós fomos à floresta. Gostaríamos que viesses connosco, porque vimos coisas fantásticas. Nós vimos hera colada no tronco e nos ramos das árvores. Vimos uma coisa engraçada que é a comida das árvores, terra com folhas secas que se chama manta morta. No regresso passámos por um campo de papoilas e pela linha férrea. Fomos com os alunos da professora Rosa.

             Beijinhos,

Érica

 

 

 

Sobreiro, 7 de junho de 2012

                Olá, colegas!
            Gostei de ler as cartas que mandaram.
            Já só faltam sete dias para tirar o gesso e vou dia 14 ao hospital. Já estou cansado de estar deitado na cama. 
            Gosto muito das visitas da professora Clélia. Ela conta-me histórias muito bonitas. A professora Fátima de Jesus vem cá ensinar-me e deu-me dois livros no Dia da Criança. A Professora Clélia também me escreveu um lindo postal. Fiquei muito feliz! 
            Gostaria de ir aí no dia quinze, que é o último dia de aulas. Já combinei com a nossa professora, mas não sei se posso ir. Espero que me tirem o gesso. 
            Em breve terei internet e assim já posso ler os textos no "Cais de Escrita" e fazer outras coisas.
            Um beijinho para todos,

Francisco

 

Prof.ª da Turma do 2.º A: Carmo Delgado

Do 1.º ano da EB1 de Angeja.

Quem é ele?

     

     Ele é o cão, que maroto!

 

     Roeu o meu sapato amarelo.

 

     Ele corre muito.

 

     O João diz:

 

     - Pára cão!

 

     Depois o cão foi crescendo e cada vez corria mais.

 

     Certo dia, apaixonou-se por uma cadela que se chamava Lili.

 

     Mais tarde tiveram oito filhinhos.

 

     E os donos ficaram muito contentes.

 

     No dia seguinte, faltavam três cãezinhos.

 

     Os pais ficaram todos preocupados.

 

     Os donos abandonaram-nos nas montanhas.

 

     Mas ouvia-se ão... ão …ão…

 

     Encontraram os seus filhotes.

 

     E ficaram felizes para sempre!

 

Filipa Melo

    Um presente valioso 

    

     Eu tenho um casal de chinos muito bonitos, lá em casa.
     Os chinos são animais parecidos com os ratos.
     Os meus são castanhos, brancos e pretos.
     Eles comem ervas, folhinhas e pão e bebem água.
     Vivem numa caixa de madeira, que está no meu quintal
     Ainda não escolhi o nome, porque só os tenho há uma semana.
     Foram dados pela minha tia e pela minha avó.
     Gosto muito de brincar com eles, mas, às vezes, arranham muito.
     Eu gostei imenso deste presente.

 

       Luís Maia
      (texto melhorado com a ajuda da turma)

Prof.ª da Turma: Emília Maria Magina Marques

Oficina de Escrita - A Minha Flor Preferida

 

  

 

Margarida

 

     A minha flor preferida é a Margarida. Gosto muito, porque é uma flor simples, mas bonita.

    Podem existir Margaridas de várias cores: cor-de-rosa, laranja… Há pessoas que as confundem com malmequeres e girassóis, mas não, são margaridas!! Gosto muito do seu formato simples. Podem até dizer que são vulgares, mas não, para mim são as melhores!

   Gosto mais das margaridas do que das outras flores porque para mim são especiais. Não consigo explicar bem porquê, mas são especiais.  Transmitem-me felicidade e calma. E as suas cores alegram-me!

    Se tivesse de oferecer uma margarida a alguém, ofereceria à minha mãe. Ela merece pois é a melhor mãe do mundo! Fico contente quando estou com ela, e fico calma também. A minha mãe merece tudo o que se possa imaginar! Gosto mesmo,muito, muito, muito dela! Ela é a melhor mãe e merece uma flor que a caracterize!

 

Beatriz Alho

6ºB

 

 

 

 

Cravo

 

 

      Uma das flores que eu adoro, é o cravo.

 

    Existem cravos de várias cores, vermelhos, brancos, …

    Eles são lindos, de caule verde e folhas elegantes.

 

    Os que eu mais gosto são os vermelhos, porque eles ajudaram os militares a fazer o 25 de abril. Já imaginaram, se fossem… rosas por exemplo. Iriam picar as pessoas em que acertassem.

    Oferecia esta flor a toda a gente de quem gostasse muito, porque também gosto muito da flor.

 

    Eu queria que se algum dia voltássemos a não ter liberdade, que os cravos fizessem novamente parte da revolução, para sermos novamente o que somos hoje.

 

    Adoro os cravos e espero que com o meu “porquê”, que também apreciem mais esta bela flor, que lá no fundo foi importante.

 

 

 

Joana Marques 6º C

 

 

 

 

 

 

ROSAS

 

     Rosas, rosas, rosas, a minha flor preferida.

    Gosto especialmente das rosas vermelhas e viçosas, repletas de vida.

    Considero a rosa a minha flor favorita, porque me transmite felicidade, alegria, tudo o que existe de mau no mundo desaparece do mapa. Com as rosas o mundo fica mais jovial, eliminam-se energias negativas, os nossos arrependimentos, as melancolias, desvanecem-se de um momento para o outro. Tudo o que é mau, torna-se bom, as perfídias que nos atormentam, dispersam como se nunca tivessem existido

     Oferecia uma rosa à minha mãe porque, ela é a mulher mais importante da minha vida, e as rosas são a minha maneira de lhe agradecer o amor que ela me dá todos os dias da minha vida.

Diogo Malheiro

             6ºB

 

 

 

 

ROSAS

 

     A minha flor favorita é a rosa. As rosas são vermelhas e o seu aroma é intenso. O seu caule espinhoso e a formação das suas pétalas fazem-me pegar numa e colocá-la num vaso em minha casa.

     Eu gosto das rosas muito mais do que as outras flores porque elas são únicas e bonitas. As suas pétalas delicadas e macias como são sedosas. O vermelho para mim é a cor da esperança, da coragem e da inteligência.

     Dava um ramo destas flores à minha mãe pelo maior presente que ela me podia dar, o presente do amor, carinho e de me pôr neste mundo. Também pela sua paciência quando a aborreço, quando desobedeço ele dá-me castigo bem merecido, pela ajuda que ela me deu, dá e dará no futuro.

    Se fosse possível, dava-lhe o ramo para ela viver para sempre.

Joana Marques 6º C

Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D