Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

Cais da Escrita

Blog destinado à publicação de trabalhos dos alunos do Agrupamento de Escolas de Albergaria-a-Velha visando promover o gosto pela leitura e pela escrita. Que os alunos escrevam por prazer, com criatividade e imaginação. Desde 25 de outubro de 2011.

" O Rapaz de Louredo" - António Mota. O avô Pedro vivia sozinho em Matos e não queria sair do seu cantinho, mas a família desejava o contrário e os nossos alunos continuaram a história...

    O Rapaz de Louredo

 

 

 

     O avô riu-se com a resposta do pequeno Zé.

    -Ah! Ah! Ah!-riu-se o avô e acrescentou- Então não é a mesma coisa?

    -Pois é!-disse o Zé.

    Logo de manhã, fomos dar um passeio.

    Lá tudo era calmo: o centeio era empurrado pelo vento, o sol era escaldante, a ribeira calma a correr pela terra e os animais a brincarem e a conviverem juntos.

    Foi uma tarde normal de verão, mas que nunca vou esquecer.

    Quando voltámos, todos os vizinhos do avô tinham arranjado a casa e tudo só porque o avô era tão carinhoso e alegre para eles.

    O avô ficou sem ar durante algum tempo porque tinha ficado tão pasmado.

    No novo jardim, eu estava a brincar na casa da árvore quando de repente o avô vem ter comigo para me convidar a colher alguns legumes biológicos para o jantar.

    Na hora de jantar, sentámo-nos à mesa para comermos.

    Falámos e conversámos o resto da noite.

    Agora todos os meses visitamos o avô Pedro.  

 

Diogo Gil 5º E

 

 

 

 

 

 

 

 

      O  avô passado uns dias aceitou ir para Louredo.

      Em  Louredo o avô Pedro conheceu outro senhor chamado S. Armando Eduardo. Também era avô e vivia na Serra do Caramulo.

      Mas, tinha a imaginação que o avô Pedro tinha.

      Eles combinaram ir juntos ao cinema ver um filme que estava em estreia.

      Foram à Worten e viram dois Ipads da Apple e compraram um para cada. Assim, em casa  podiam falar um com o outro.

      Eles gostavam muito do Ipad, jogavam e falavam.

      Os netos do avô Pedro acharam muita graça àquilo.Era mesmo engraçado.

      Foram todos passear, um dia, ao Museu do Papel, que ficava muito longe.Toda a gente gostou.

      O avô vestia-se melhor, era muito mais arrumado e comia muito melhor.

      Ele brincava muito com os netos, fazia muitas adivinhas e eles nunca as adivinhavam. Eram todas muito difíceis e às vezes nem ele próprio sabia as respostas.

      Gostou tanto de  Louredo que nunca mais quis sair de lá.

 

Ana Gonçalves 5º C

 

 

 

 

 

 

     Depois de terem visitado o avô foram para casa um bocadinho contentes e um bocadinho tristes.  Estavam contentes porque o avô continuava muito brincalhão e continuava a contar adivinhas que era o que eles gostavam mais. Estavam muito tristes porque o avô não arrumava a casa, porque estava sozinho e não queria ir para casa dos netos.

     Estavam para ir comer quando o avô apareceu. Os netos deliraram muito contentes e exclamaram:

     -É tão bom ver-te avô! Pensávamos que só te íamos ver passado mais uns anos!

     -Pensaram mal! Eu estive a pensar melhor e cheguei à conclusão que estar sozinho é diferente de estar acompanhado!- disse o avô muito contente.

     -E vieste com quem? – perguntou a mãe .

     -Com este senhor que é muito meu amigo! – disse o avô.

     -Como se chama? – perguntaram os netos curiosos e com um pouco de vergonha.

     -António! – disse o avô acrescentando – não tenham vergonha ele é simpático e um grande desportista!

     -Já agora podemos almoçar cá? – perguntou o avô.

     -Claro que sim! –disse a mãe.

     Assim, passaram o resto do dia muito contentes.  

 

Edgar Pereira 5º E 

Mais sobre este Cais

foto do autor

Selo BloguesEDU

Visitas ao Cais

free counter

contador de visitas

O Tempo para hoje

(clicar na imagem para outras previsões)

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D